Música!

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Rosa

Rosa por Luiza Maciel Nogueira



o silenciar extremo de uma rosa
é a conjugação da sua beleza


(...)


*

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Poema para gritar em alto e bom som



para que sorrir se o sorriso não nos vem? 
para que existir se a nossa existência não convém? 
para que chorar se nem as nossas lágrimas 
não expressam a verdade, a ponte, o amor? 
para que gritar se nosso grito de amor 
se confunde com desamor? 
para que? 

e o silêncio às vezes afoga um bem querer...
por isso te digo meu bem:

- GRITE!


...


*

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Poema para uma flor arisca 

flor arisca me risca da tua lista e vê se me esquece

vai passear no leste oeste
já que nem pista me dás e não és de piscar 
nem sorrir nem amar nem falar nem surgir
Sai pra lá e vá procurar outro abismo
essa estrada não é tua, essa cisma é nua
vá pra outra boca, outros lábios, outra pele, outro sonho
outra alma que te incendeie, outra ferida que te sangre
vá e se deixe em paz...
o caos que nos arranha
é manha, é manha 
e como criança eu tô de mal de você!
eu tô de mal de você...

e dessa vez não vou mais ficar de bem
eu tô de mal
sai pra lá!

*poema bobo para quem é bobo(a) de uma bobona (eu)
*

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Adendo - DESAFIO LAMBE LAMBE



*Tive que alterar a data do término de envio para conseguir colar todos os Lambes enviados por tanta gente especial. Somando 48 poemas e 22 artes visuais - são as participações de 2017! Estou recebendo os poemas/artes até o máximo 06/12/2017 ! Quem realmente quiser enviar será muito bem vindo!

Obrigada!

*

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Desafio Lambe-Lambe II

Amigos, escritores, poetas, artistas e afins - neste Natal gostaria de pedir que participassem com um poeminha curto (máximo 3 linhas), com sua arte ou mensagem que abra os olhos para a poesia/consciência/amor/beleza ou algo URGENTE enviar para tainhab@gmail.com até no máximo 06/12/2017 - E EM RETORNO AO VOU TRANSFORMAR OS 5 melhores EM 1 LAMBE LAMBE com os devidos créditos autorais e colar nas paredes de SÃO PAULO.

- Para todos que participarem enviarei o arquivo em pdf do seu poema estilizado para que possa colar o seu poema na sua cidade se assim desejar!

Conhece algum escritor, poeta ou amigo que vai gostar compartilhe ou envie para ele!

Regras:
- não utilizar conteúdo ofensivo
- o poema deverá ter no máximo 3 versos
- o poema/frase pode ser inédito ou não
- artes também são bem vindas!

- Que participe quem quiser e quem se sentir convidado. A sua participação me alegra mas de forma alguma é necessária ou indispensável! Quem sentir o chamado na alma que venha! O objetivo é sim estimular cada vez mais pessoas a espalharem sua arte, poemas pelas ruas. A rua precisa de você, da tua arte, do teu poema, do teu carinho!

Aquele abraço!



*Tive que alterar a data do término de envio para conseguir colar todos os Lambes enviados por tanta gente especial. Somando 48 poemas e 22 artes visuais - são as participações de 2017! Estou recebendo os poemas/artes até o máximo 06/12/2017 Obrigada!

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Poema desencontrado

já não sei mais o que te dizer 
já te disse isso eu sei 
parece que o tempo passa veloz 
e a gente nunca se vê 
quando vê nem mesmo olha 
quando olha nem mesmo escuta 
quando escuta nem mesmo sente 
quando sente nem mesmo fala 
e quando fala nem mesmo encontra 
nossos desencontros somam uma vida 
basta de desencontros amor 
olha o tempo e escuta, sente o vento e fala 
encontra a tua sombra, teu canto 
e depois me diga da luz 
reflita nos outros todos os sonhos 
depois me cante os teus 
basta de desencontros amor 
mas eu sei que ao virar da esquina 
não vais olhar para mim 
se olhar não escutará 
quando nossos olhos se encontrarem 
não perceberá pois já estará cego 
dentro do teu mundo 
e qualquer palavra que sair das nossas bocas 
será apenas para disfarçar a nossa dor