Música!

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Absurdo

Absurdo é ter o futuro
encostado na palma das mãos
até a paz dos dedos ondularem
o coração como uma cura
que ocorre suavemente.
O som da partida sempre
e o murmúrio do início eterno.

Fascina, as inumeráveis
facetas do instante!
E a chuva luminosa
se espalha sob o horizonte
formigando um encontro
de peles acesas
em brisas alegre.

Nada mais absurdo...

Nenhum comentário: