segunda-feira, 19 de abril de 2010

Cinza

Escondes de mim o desejo.
Deixas que te adivinhe a sorte.
Abandonas a fome.
Engole o querer e depois
despejas no absoluto.

Esquece de nós.
Insuficientes. Falhos. Errantes.
E dance a liberdade prometida
deste dia cinza.