Música!

segunda-feira, 31 de maio de 2010

A moça dos olhos tristes


A Moça dos olhos tristes olhava fixamente para um rapaz do outro lado da Avenida, mal sabia a respeito da sua vida, mas inventava. Seu olhar se dirigia genuinamente aos sorrisos, ela parecia feliz em ver sorrisos e ria junto com eles. Era um prazer que tinha olhar para as pessoas e ver que as vezes elas lhe surpreendiam, de repente seus lábios abriam uma pequena curva, momentos de alegrias breves. Era doce quando ao virar da esquina numa lanchonete sentava para tomar uma xícara de café e muito discretamente apreciava um a um os sorrisos que passavam naquele instante. Existiam dias que passavam desapercebidos, nenhum sorriso e ela muito triste contava as horas para o final daquela crise sem risos. E de repente alguém passa e ri um sorriso breve, leve, solto que tudo muda. Gostava muito disso, desse instante que o mundo todo parece girar mais depressa junto com seus batimentos cardíacos.


(abria um sorriso entre a multidão
e já esquecia de todas as mágoas,
lembranças perdidas,
atalho para o coração
se encontrar totalmente perdido)




* escrito em  27/07/2007

Nenhum comentário: