segunda-feira, 21 de junho de 2010

olhar escuridão

1.
esse olhar escuridão
abriga nostalgias
outrora de outros dias
cheios, vazios de nadas

2.
espalho a sina
a libertar pássaros pelo céu azul
mistérios sem desvendar
abstenho de os decifrar

3. 
não é por mim que canta o vento
nem teu coração pulsa por mim
e eu achei que era por ti que vivi
pelo menos até 



(aqui)


7 comentários:

Rui Almeida disse...

:)

Assis Freitas disse...

belo, este aqui

beijo

Luiza Maciel Nogueira disse...

Rui: :)

Assis: Talvez nesse aqui resida amor em forma de esperança. bj.

Ribeiro Pedreira disse...

"a vida inteira pode ser qualquer momento
ser feliz ou não, questão de talento"

Luiza Maciel Nogueira disse...

"mas está aí a cicatriz
que não deixa mais mentir
se foi ou não foi feliz"

lampâda mervelha disse...

Ali.

Existe.

Ali. Somente isso. Mais além.

Luiza Maciel Nogueira disse...

pois então persiste também. só que é além.