Música!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Haicais*

(Cerejeira em Flor)


canários pousam
nas cerejeiras compõem
orquestras de sol


pétalas de sol
luminosos vendavais
na garoa mansa


chuva nos olhos
a pele em arrepio
de luar sombrio


sementes de sol
fluem em vendavais
pousam no limo





instante Van Gogh*
do matagal luzidio
abraços sem fim






7 comentários:

Ribeiro Pedreira disse...

Luiza Nogueira,
inspiração de Van Gogh
reluz cor e som.

bjs!

Geraldo de Barros disse...

oi, Luiza. gostei muito da sua poesia, não sei se dá para seguir, mas de qualquer forma já salvei seu "cantinho" aqui e voltarei mais vezes, parabéns!

um abraço,
Geraldo.

Luiza Maciel Nogueira disse...

Ribeiro Pedreira: desse jeito eu coro...

a pedra no rio
perdi na correnteza
das prosas mudas

:) abraços.


Geraldo: grata. abraços.

José Carlos Brandão disse...

Pintura impressionista - pontilhisticamente - como se fosse um van Gogh com palavras na sua paleta. É muito bom o poeta se sentir assim pintor com palavras, sem mais nenhum outro compromisso.
Beijos.

Luiza Maciel Nogueira disse...

José: longe de ser poeta e pintora, apenas amadora nos assuntos da arte e da poesia, só me divirto. Beijos

Assis Freitas disse...

haicais e cerejeiras, hum como é saboroso,

beijo

Luiza Maciel Nogueira disse...

Assis: :) beijo.