Música!

terça-feira, 27 de julho de 2010

Desatinos de Jardim

(abstrato - por Luiza Maciel Nogueira)


o belo e tudo o que existe
no beijo do amanhã
trovejar nostalgias nos lábios
enquanto ainda receio
vendavais luzidios
anseio e pronto
o silêncio de qualquer coração

aconteceu de repente
se te adoro é por desconhecer
que já é tão tarde
essa cegueira e o desatino
ainda teus versos enquanto
corpo a corpo

 

6 comentários:

José Carlos Brandão disse...

O corpo a corpo com o belo - tanta luz, ilumina a cegueria e o desatino.

Assis Freitas disse...

trovejar nostalgias nos lábios, que coisa mais bela de bonita,

beijo

AC disse...

Um dia destes vou dedicar umas linhas aos teus desenhos. São muito reveladores...!

Beijo

Fouad Talal disse...

Oi Lu!

O filme a qual ela faz jus é ainda melhor (A primeira noite de um homem)...

um beijo.

Gaby Soncini disse...

Luiza que blog lindo você tem.
Gostei muito de seus desenhos, um lugar que assim que entrei percebi que iria gostar muito.

Estou te seguindo.

Grande beijo.

Luiza Maciel Nogueira disse...

JOsé: tuas palavras acalentam, grata! Bjs!

Assis: Grata Assis, adoro teus comentários. Bjs!

AC: E eu um dia faço um desenho inspirado num poema teu :), combinado. Bjs!

Fouad: é um filme e tanto, bjs!

Gaby: Grata Gaby, me divirto com meus rabiscos. Bjs!