domingo, 11 de julho de 2010

Poema Impossível

Verso sem endereço,
suspenso no mundo
onde ninguém
consegue chegar.

2 comentários:

Renata de Aragão Lopes disse...

Adorei!
Soou como desafio:
que vontade de escrevê-lo! : )

Beijo,
Doce de Lira

Luiza Maciel Nogueira disse...

fique a vontade para escrever o q quiser. bjs