Música!

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Adiante

(Pássaros a voar - por Luiza Maciel Nogueira)




voe em outra senda
vá longe

(bem longe)

até que a distância
se torne proximidade
e então voe
ainda mais longe
porque amor
o tempo não espera
a gente voltar
então voe e voe

(além mar)







17 comentários:

tonhOliveira disse...



primeiro: obri visit e coment no 6v...
segundo: "maravilhinda" ilustração (me fala da técnica?)

terceiro: não adias, há D ir-te!

L o n n n n n g e A > ^ v V o ° O e i !

Assis Freitas disse...

até que a distancia se torne proximidade, maravilha das maravilhas


beijo

Leonardo B. disse...

[esse voo é todo o lugar, onde queira a pena da asa do pássaro pousar]

um imenso abraço,

Leonardo B.

Ribeiro Pedreira disse...

voar é uma virtude...
bjs!

Zélia Guardiano disse...

Lindeza, Luiza!
Faço minhas as palavras do Assis...
Beijo, querida

Alice disse...

mas o tempo, esse moço, ele sabe bem o que faz com a gente, embora a gente não.


luiza já sabe voar
sobre a folha em branco
escreve delicadeza

beijos!

AC disse...

Luiza,
A sua poesia está cada vez mais aprimorada.
Gostei, claro!

Beijo :)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

Só de ler-te atei.mar
Uni.versos e continentes...
Disto.ansio que anseio
Numa proxima.idade tamanha...

Belíssimo, nina! ;)

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

P.S.: o desenho também é seu? Ficou show!!!

lupussignatus disse...

as palavras

e o desenho

voam


[e pousam
dentro de
nós]


*beijo*

Luiza Maciel Nogueira disse...

Tonho:

a técnica é lápis preto e folha sufite - nada mais! Fotografei a noite e talvez por isso o papel fica escuro.

obrigada por teres um tempinho de passar por aqui. Beijo!

Luiza Maciel Nogueira disse...

Francisco: O desenho é feito por mim, sim! Obrigada, beijo

Úrsula Avner disse...

Olá Luiza,

continue voando nas asas da poesia e desenhando com a mesma liberdade e leveza de um pássaro em voo... Adorável post. Bj com carinho.

José Carlos Brandão disse...

Estava para comentar seus haicais, que vi ontem, ao chegar de viagem, e hoje encontro este voo - a poesia é um voo, o poeta é um pássaro - rumo à beleza, ao mistério, aos perigos, às sendas da vida.
Isso mesmo vi nos seus haicais, contidos e densos, doridos de anseio pela vida.
Beijo.

Nadine Granad disse...

Aaaaaaaaaaa
Imagem e poesia, poesia-imagética... tudo lindo!!!

Voejemos!

Beijos =)

Vanessa Souza Moraes disse...

Meu blog mudou de endereço, o novo é:
http://vemcaluisa.blogspot.com/
:)

BAR DO BARDO disse...

bom trabalho

parabéns