quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Da cor de Lara*

("Azul escuro com um toque de laranja" - por Luiza M. Nogueira)



o horizonte já indica
a poesia, lá vem ela
seus contornos azuis
com toques leves de laranja
a paisagem é tão bela
chamas olhares pela tela
traduz sensibilidade tamanha
em versos da breve vida
vida leve

nascia o sol no azul
o escuro do mar cobria a boca
lar de cada pedaço do céu 
todo vento ensina amar




*Com carinho para a poetisa Lara Amaral
que dedico esse desenho e esse poema!



15 comentários:

Paula disse...

Gostei (:

Leonardo B. disse...

[nesse pedaço de céu, onde se supunha que só os pássaros sabiam navegar, existem mãos de poeta que tomando o seu grão de vento, aprendem todos os dias a arte de tecer o mundo em movimento... em ritmo marcado na mão, pelo tambor do peito. É o caso...]

um duplo e imenso abraço, para si Luiza e para a Lara!

Leonardo B.

Lara Amaral disse...

Ah, minha linda! Já havia ficado tão feliz com o desenho, e agora vc vem com esse poema tão delicado e cheio de carinho. Amei, amei!

Levarei vc para a minha galeria de presentes, tá? Pintura e poema.

E mais para frente publicarei o poema que fiz para essa sua tela tão doce.

Beijo, flor bela! E obrigada mais uma vez. =)

Nadine Granad disse...

Lindo!
Doce, tal como a moça das cores ;)

Abraços carinhosos =)

Assis Freitas disse...

olha que coisa mais linda, Luiza e Lara em samba-canção,

beijos

Assis Freitas disse...

olha que coisa mais linda, Luiza e Lara em samba-canção,

beijos

Assis Freitas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ribeiro Pedreira disse...

toda cor tem seu azul e seu laranja. a identificação poética dessas moças é um "assombro"...
bjs, poetas!

Maria Paula Alvim disse...

Muito bonito. A Lara deve ter amado. Bjs

Zélia Guardiano disse...

Tudo lindo: o poema, você e a Lara!
Um festival de lindeza!!!
Grande abraço...

Vanessa Souza Moraes disse...

Gosto das tuas cores de Frida K.

dade amorim disse...

Linda homenagem, Luíza. Lara merece e as duas brilham.

Beijo beijo.

Úrsula Avner disse...

Oi Luiza,

Tanto o desenho quanto o poema são delicados, um mimo ! Adorável homenagem a uma talentosa e sensível poetisa que admiro muito, que é a Larinha.
Aproveito para te agradecer pela presença sempre amável em meus espaços poéticos e pela oportunidade de ilustrar alguns de meus poemas com seus belos desenhos. Bj com gotinhas de poesias.

Maria disse...

Lindo poema, excelente blog, adorei.
Bom domingo
Maria

Vieira Calado disse...

Céu e mar,

no bonito azul

do seu poema!

Beijocas