quinta-feira, 11 de novembro de 2010

"Azul-àLaranjado" por LARAMARAL

(Laramaral por Luiza MN)



"Neste anil que me é navegável
E passa molhando meus pés
Fico a ver jangadas translúcidas

Nesta fruta cítrica que furta a cor
De réstias de sol exausto
Lanço chamas em nuvens brandas

Faze de mim mais uma réstia
Montanhosa de seu horizonte
Que perde qualquer vista
Preta e branca

Para eu esculpir seus traços
Na minha mistura aquarelada
Que reafirmo enquanto durmo
Para vivê-la assim que sonho
Acordada"



Escrito por LARAMARAL

6 comentários:

Luiza Maciel Nogueira disse...

Lara querida espero que não se importes de eu postar aqui sua lindíssima poesia - devia ser assim poesia já é elogio suficiente para qualquer maravilha dessas! Sonhar a paisagem nas tuas palavras é uma delícia - no mar que se navega, o sol que se exaure! E a réstia, o horizonte!

Presente lindo!

Obrigadíssima!
Beijo!

nydia bonetti disse...

Luiza, sempre achei que você e Lara vibram no mesmo tom, sabia? Lindo post! Beijos, beijos!

Lara Amaral disse...

Claro que não me importo, pelo contrário, é uma honra estar aqui no meio desses seus lindos desenhos. Vc expressa em cores o que ainda tento com palavras. Sou sua fã!

Beijo e obrigada!

Assis Freitas disse...

imagens e palavras em comunhão


beijos

Cris de Souza disse...

a arte de vocês se complementam, comungo dessa união com prazer!

beijos nas talentosas.

Dario B. disse...

Felizes nós, que podemos apreciar o resultado desta união. Um beijo Luiza, um beijo Lara.