Música!

domingo, 14 de novembro de 2010

"DIÁLOGO DO DESCONHECIDO"

(por Luiza MN)

"- Posso dizer tudo?
- Pode.
- Você compreenderia?
- Compreenderia. Eu sei de muito pouco. Mas tenho a meu favor tudo o que não sei e - por ser um campo virgem - está livre de pré-conceitos. Tudo o que não sei é a minha parte maior e melhor: é a minha largueza. É com ela que eu compreenderia tudo. Tudo o que não sei é que constitui a minha verdade."

Clarice Lispector
in: "A descoberta do mundo"




(por Luiza MN)


"O QUE É ANGÚSTIA"

"Um rapaz fez-me essa pergunta difícil de ser respondida. Pois depende do angustiado. Para alguns incautos, inclusive, é palavra qua se orgulham de pronunciar como se com ela subissem de categoria - o que também é uma forma de angústia.
Angústia pode ser não ter esperança na esperança. Ou conformar-se sem se resignar. Ou não se confessar nem a si próprio. Ou não ser o que realmente se é, e nunca se é. Angústia pode ser o desamparo de estar vivo. Pode ser também não ter coragem de ter angústia - e a fuga é outra angústia. Mas angústia faz parte: o que é vivo, por ser vivo, se contrái.
Esse mesmo rapaz perguntou-me: você não acha que há um vazio sinistro em tudo? Há sim. Enquanto se espera que o coração entenda."


 Clarice Lispector
in: "A descoberta do mundo"



9 comentários:

AC disse...

Luiza,
Foi uma excelente ideia ilustrar trechos da Clarice.
Os seus desenhos cativam-me!

Beijo :)

Poeta Đa Lua disse...

bom vir aqui, não posso dizer tudo o que vi no seu desenho. mas eu disse algo pra mim. e gostei...

ah, também desenho, gosto desenhar olhos.

até...

Leones disse...

Lu, seus desenhos com a Clarice junto ficou demais. Um beijo linda.

Úrsula Avner disse...

Oi Luiza, bela postagem. Amo a escrita melancólica de Clarice Lispector e os textos dela ilustrados por ti ficaram demais ! Bj.

Nirton Venancio disse...

Luiza, grato pela visita ao meu blog. Agora vou viajar na luz de seus versos.

MOISÉS POETA disse...

luiza !

muito bacana o seu blog .
cai de para-quedas aqui e ja virei leitor!

um beijo !

Geraldo de Barros disse...

prendemos a sombra de um pássaro na gaiola, ou melhor, fazemos de um pássaro uma sombra na gaiola. só quando nos soltarmos de nós mesmo o mundo será livre.

como sempre tudo muito lindo

beijos
G

Eduarda disse...

Luiza,

Textos fortes de quem são com desenhos fantásticos, ilustrando cada palavra dos sentidos.

Fico fã.

bj

Assis Freitas disse...

fantástico,


beijo