domingo, 7 de novembro de 2010

Poetas que presenteiam os meus desenhos com suas belas poesias

(por Luiza Maciel Nogueira)

EPIGRAMA

"Marta, para todas as horas possíveis o amor.
Assim o ciclo remissivo das estações
traz à primavera a esperança em flor."


Escrito por Hilton Valeriano







(Jardim de luz - por Luiza MN)

* do que está velado *

"não sei
do mistério
da folha
da sombra
do vento

ao andar
entre esporas
do tempo
entendi de
perscrutar
o véu sobre
tua face
paradoxalmente
rijo e transparente

não te desvendei
te guardei segredo
jardim fechado
te tranquei
no silêncio
do almoxarifado"


Escrito por Úrsula Avner

7 comentários:

AC disse...

Luiza,
Os seus desenhos são tentação constante. Espero que, um dia destes, me conceda o privilégio...

beijo :)

Luiza Maciel Nogueira disse...

bom, quando quiser escrever a respeito é só escrever AC os desenhos são livres para quem quiser versar, mas com certeza pode crer que um dia vou fazer um só pra ti. ok? :) Beijo

Zélia Guardiano disse...

Belíssimo!
Tudo belíssimo!
Os desenhos são encantadores!
Os textos, outro encantamento...
Considero esta postagem como um rico presente!
Parabéns aos três.
Beijos também...

Hilton Valeriano disse...

Que honra estar aqui! Um grande abraço fraterno a todos!

Regina M disse...

Adorei a poesia da Marta do Hilton, é um amor verdadeiro esse pela Marta. E esse é um dos teus desenhos que mais gosto por ser assim tão cheio de uma aura luzidia como tu Lú.

Já o jardim eu sempre te falo né: sai da sombra e seja feliz. A poesia de Úrsula casa perfeitamente com teu desenho. Beijo

Marcantonio disse...

Os seus desenhos já são poemas em traços e cores que chamam para si as palavras: borboletas? beija-flores? O que quer que seja atraído pela luminosidade.

Essas flores são fantásticas!

Beijo.

Úrsula Avner disse...

Oi querida Luiza,

desculpe a demora em aparecer mas tenho estado super atarefada nestes últimos dias... Grata pelo carinho de sempre. Bj.

Úrsula