sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Poema Fogo


(Chama - por Luiza Maciel Nogueira)
1. Brasa


ardor em flor
brota uma lágrima
de fogo em brasa


2. Chama

o ar queima
dança a labareda
tremeluz
em ritmo profundo
o vento nutre a chama
lâmina luminosa
sorri na escuridão


3. Fumo

irrequieta flama
sopra no ar
o sopro do fim
silvestre lume
fumo espesso
nuvem de desejo
dança ao céu


.

12 comentários:

Malu disse...

Luiza,


Nem sei o que dizer dessa trilogia mínima ...
São versos tão doces e harmoniosos
que fico encantada .
A ilustração, também ,nada fica
a dever .

Sempre beleza e encanto aqui.


Bjo.

Úrsula Avner disse...

OI Luiza,

três poemas encantadores e bem ilustrados, como de costume. Gostei da ova "cara" do blog... Bj com carinho.

Suzana Martins disse...

Inquieta chama que queima os versos e faz-se em letras...

Beijos

José Carlos Brandão disse...

Gostei de ler sua trilogia do fogo.
Como a enfatizar a ideia de que a poesia é feita de fogo. Labaredas, iluminação, vida - poesia.
Um beijo.

Sônia Brandão disse...

Fogo, água, ar, alimentando, dando vida a belos poemas.
E com direito à beleza das ilustrações.

bjs

Assis Freitas disse...

"Fumo leve que foge entre os meus dedos!..." Florbela Espanca


beijo

Fred Caju disse...

Três etapas fundamentais para o fogo consumir(-se).

Jorge Pimenta disse...

luíza,
há sempre um esmero e um cuidado perceptíveis em cada post teu. a ilustração é, já de si, poema bastante. como se não bastasse, palavras de fogo ateiam-lhe chamas, acendendo fogueiras nos nossos olhos.
um beijinho!

Sonhadora disse...

Fiquei maravilhada com a força deste poema e tomei a liberdade de seguir para vir mais vezes aspirar este perfume de poesia.

Beijinho
Sonhadora

Long Haired Lady disse...

é proibido fumar?!

Desbúruru disse...

Eis meu grande inimigo.
Imperceptível amigo.
Forças equânimes.
Muito antagônicas.
Você enebriada pelo fogo.
Eu entrelaçado pela água.
E assim caminhamos.
Em nosso letrar de cada dia.

----------------------------------


Fiz uma visita aqui, eis que te ví no Blog do meu Nobre amigo Noslen. Como é de costume e ele tem bom gosto, também assino a qualidade de suas letras. MUITO SUCESSO.

Milene Souto disse...

Linda a sua breve triologia... onde tudo se encaixa perfeita e magicamente, beijos.