domingo, 6 de fevereiro de 2011

Só árvore


(árvore de aquarela - por Luiza Maciel Nogueira)



árvore beira canto
pura e simples, sem manto 
no entanto, quando sopra e venta
árvore se agita, braqueja




14 comentários:

Fred Caju disse...

Só árvore. Árvore só.

Vanessa Souza Moraes disse...

Da série: naturezas vivas :)

http://vemcaluisa.blogspot.com/

Úrsula Avner disse...

Olá amiga,

delicados versos e o desenho é belo como de costume... Bj e grata pelo carinho a mim dispensado através de suas amáveis palavras. Carinhosamente,

Úrsula

Leonardo B. disse...

[do ar que no ar fraqueja, diante dessa dança em palavra, a casa e raiz da árvore]

um imenso abraço,

Leonardo B.

Alicia disse...

Linda a nova foto do perfil, além do post.

José Carlos Brandão disse...

Árvore e luz.

Beijo.

Tania regina Contreiras disse...

Árvore e nós: tudo a ver. A imagem, um frescor de beleza.
Beijos,

Vanessa disse...

o mais interessante Luiza, é que mesmo em meio as agitações ela permanece firme! =) ABRAÇOS!

Assis Freitas disse...

árvore tem raiz, como as palavras mais fundas


beijo

Malu disse...

Luiza ,

Adoro seu blog !
Aqui tudo é lindo .
Suas aquarelas , poesias ,... tem
gostinho de Paz.


BjO Grande !

Por que você faz poema? disse...

Preciso aprender a ser árvore.

Teresa Cristina flordecaju disse...

Rosa de aquarela
Com um vermelho tão vivo
Dando cor ao galho


Oi, querida! Este haicai é para sua rosa. Uma bela tarde a você. Meu carinho.

Jorge Pimenta disse...

apenas árvore.
quase só árvore e um pouco de brisa.
o canto? somente inteiro!
bravo!

Paulo Becare Henrique disse...

Raízes profundas e galhos elevados ao céu. Porque nós, humanos, não sabemos ser assim?