Música!

segunda-feira, 14 de março de 2011

Poema do presente da natureza


(por Luiza Maciel Nogueira)


mar e onda
desse jeito
dança na areia
sobre rocha
no horizonte
o sol se põe



no mar
água cristalina
soube brilhar
ondulações
repercutem no mar
água salgada
percorre imensidão

natureza é vida
vivida é linda
dança 
por todo e sempre
nos olhos
na pele
nos ouvidos
nús do lixo


(não jogue lixo
no poema da natureza
por favor)

4 comentários:

Tania regina Contreiras disse...

Poeta, querida, no dia nacional da poesia, venho pra dizer obrigada pelos seus versos, que tanto enchem minha alma de luz!
Beijos, luisa..

Anônimo disse...

Belo presente vc nos deu com esse poema e ilustração sobre a natureza. Ficou lindo!!

beijos
Renato

Luiza Maciel Nogueira disse...

Tania: obrigada Tânia, todo dia é dia de poesia :), grata pela lembrança. Beijos

Renato: obrigada querido. bjs.

Assis Freitas disse...

o poema da natureza nunca para de (en)cantar


beijo