sexta-feira, 20 de maio de 2011

A guerra das cores


(Maestro e a guerra das cores - por Luiza Maciel Nogueira)


arte labirinto
cores que emanam, se amam
sonhos que se confundem
verdades e mentiras
coisas iguais e tão diferentes
formatos, traços, gestos, olhares
cores que se mesclam
viram uma só, em caos
um que é todos, ninguém
ciclo, cor, música, mosaico de sons
não em sintonia, mas em guerra
azul abraça amarelo que beija rosa
vermelho luta com sangue nas veias
lilás escuta e o preto apenas observa
a guerra, o sangue, a paixão e a dor
e depois se esconde 
em baixo da cama com medo
de violência gratuita





15 comentários:

Assis Freitas disse...

que batalha, salpicaram tons em pastel do lado de cá,


beijo

Analuz disse...

Dei um passeio à infância com tua arte caleidoscópica, Luiza...

Beijinho de fim de semana!

AC disse...

Haverá uma cor preponderante, que seja a própria saída do labirinto?
Bom trabalho, Luiza!

Beijo :)

Por que você faz poema? disse...

São tantas
as cores pela estrada
cinza.

Lara Amaral disse...

Poema de densa sinfonia, desenho regido por paixão. Encantada!

Felicidade Clandestina disse...

querida,
desculpe-me a demora.

me sinto até envergonhada.

pode publicar a entrevista de Caio F. no facebook.


um beijo,

Úrsula Avner disse...

uma canção poética em mosaico de cores, vida, paixão, sentimentos do mundo... Muito bom Luiza. Beijo com carinho.

Fred Caju disse...

Sensacional! O desfecho é ótimo e o poema como um todo, de fato, tem da guerra a sua intensidade.

Primeira Pessoa disse...

acho que não é guerra, luiza.
é pavão, arco-íris.
é carnaval.

sua paleta está cheia de cores.

beijão do

roberto.

Zélia Guardiano disse...

Divino, Luiza!
Divino!
Simplesmente...
Essa orgia de cores...
Você é demais, minha querida!
Abraço apertado.

MIRZE disse...

MARAVILHA, Luiza!

Vou ficar de olho nesse. Um lindo poema, qual uma sinfonia de cores que obedecem ao maestro.!

Beijos

Mirze

Suzana Martins disse...

Uma guerra brilhante de versos em tela..

Beijos linda

Sam disse...

E quanta beleza colorida irradia daqui, Luiza.
Meu carinho, amiga
Samara Bassi

Marcantonio disse...

A criação!

Beijo.

Cris de Souza disse...

a guerra das cores é um duelo de gigantes!