sexta-feira, 10 de junho de 2011

(apenas)

eu sempre quis
dar-te um beijo
sem amor demais
nem de menos
(só amor)
manso, terno
e triste



8 comentários:

Tatiana Moreira disse...

O beijo é a expressão mais sincera de um sentimento...
Mesmo que por instantes ele esteja marcado por algo triste!
Que o seu dia 12 seja repleto de muito amor!
Um beijo carinhoso

Celso Mendes disse...

o poema falo de um momento sereno de maneira tão suave que emociona. e a gravura ficou perfeita!

beijo! ótimo dia...

Assis Freitas disse...

sucinto, assim e pleno


beijo

Sandrio cândido. disse...

um pedido belo

Sônia Brandão disse...

Suave como deve ser o amor.

bjs

Bárbara Queiroz disse...

Versos calmos e belos como o amor.

Tania regina Contreiras disse...

Apenas e tudo isso, Luíza! Beleza de ternuras.
beijos,

Hosamis disse...

Que lindo os gatinhos, e poema também claro: completude. Bjs