Música!

sexta-feira, 17 de junho de 2011

(...)

todo silêncio
declama uma prece
busco (escutar)

pouso os ouvidos
no infinito
ouço o mínimo

o pouco
do canto que ouvi
jaz aqui

4 comentários:

Carlos de Thalisson T. Vasconcelos disse...

Diz tanto em tão poucas palavras...

Anônimo disse...

Gostei! Belissimo poema sobre esse momento tão rico que geralmente passa despercebido...

Beijos
Renato

Ana disse...

Lú, muito linda a prece!

bj

Sônia Brandão disse...

Todos os sentidos buscando a beleza e o silêncio.

bjs