Música!

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Estrada de terra*


percorro a estrada de tanta Poesia:
imponentes árvores
a grama dourada pelo sol
ventania acaricia a face
um mar de Morros 


no horizonte
a Sinfonia das folhas
raios solares 

brilham em Pedras
tanta poesia que meus olhos
mal alcançam...


como as formigas
trabalham sem parar
enquanto pássaros
flutuam no azul

pequenos pontos de luz
na estrada
anunciam o caminho




Nenhum comentário: