sexta-feira, 10 de junho de 2011

No olho da rua



(Olho da rua por Luiza Maciel)


olho da rua
um trânsito infernal
e rua tem olho?



2 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Na periferia
quando os policiais
chegam para investigar
algum homicidio
ninguém sabe nada
ningué viu nada

a rua é sempre a única testemunha.

Carol disse...

genial!

abraços