Música!

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Pele*


canta a pele
sob o destino da boca
à meia luz de encantos
percorro fins
entretanto desfaço
beijos: lábios afiados
derradeiros lares
de céu
(em segredo)

pouso como ave
(passo)






4 comentários:

dade amorim disse...

O que poderia ser triste, no entanto é leve. E muito belos, poema e imagem.
Beijo, querida.

Lara Amaral disse...

Pousas delicadamente em desenhos, em palavras!

Beijo.

Anônimo disse...

Luiza,
Parabens pelo conjunto, poema e ilustração, estão lindos!!
Quanta inspiração!
Beijos
Renato

Úrsula Avner disse...

Poema e desenho lindos e em perfeita sintonia Luiza... Delicadeza e sensibilidade á flor da pele. Bj.