Música!

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Toque



I.
achei que podia
beijar o infinito
e com um estalo
tudo ficaria 
re(sol)vido




II.
minúscula
até cabia
na tua palma
(vazia)




III.
é pouco tempo
de vida
como gota que cai
ou nota que se esvai
um dia
(finda)







(Experiência com carvão natural e aquarela 
por Luiza Maciel Nogueira)

6 comentários:

Ana disse...

Que lindo Lú! beijo

Assis Freitas disse...

beijar o infinito: como eu também quereria


beijo

Rafael Castellar das Neves disse...

Muito bonito...desejável!!

[]s

Hosamis disse...

Lindo...

Jorge Pimenta disse...

há palavras que soam a flechas certeiras no coração. não por fazerem sangue, mas por agitarem o sangue.
um beijo, querida luíza!

Hosamis disse...

Que interessante Luiza: carvão e aquarela! Ficou lindo!