quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Da palavra que se constrói







Os jasmins, lírios,  
ou até flores da violência 
que hoje regas
um dia crescerão sob o céu
claro ou escuro
crescerão um dia
revelando seu perfume
sob as mãos, nas narinas


e até o que inspiras
dizem que é escolha:
tua










7 comentários:

Fred Caju disse...

Tudo. Em tudo.

Ana disse...

lindooo e adorei esse desenho

beijo

Ivete disse...

Bonito blog. Voltarei mais vezes.

dade amorim disse...

O que se cria vai crescer...

Bonito desenho, Luiza.

Beijo beijo.

CARLA STOPA disse...

Adorei o espaço...Grande abraço.

Jorge Pimenta disse...

luíza, querida amiga,
o jardim é todas as flores que deixamos crescer e mirrar sob o olhar cúmplice da mão.
belo conjunto, como sempre!
um beijo grande!

Assis Freitas disse...

tudo é teu o que anuncias: máximas da liberdade



beijo