segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Rio negro


(Arte de Marcantonio Costa - Melancolia)


 um risco nos olhos
com reminiscências 
a lágrima quase cai
discretamente
em cada reta
rio negro sem perdão
escurece meus olhos
mar escuro sem fim


*

5 comentários:

Ana disse...

Bonita arte, traço forte esse do Marcantonio. Beijo Lú.

Eli disse...

Interessante.

Assis Freitas disse...

há riscos,
ariscos,
arrisco


beijo

MIRZE disse...

Amei, Luiza!

A delicada mistura dos seus versos, contrasta ainda mais pintura do Marcantonio![

Beijos

Mirze

Jorge Pimenta disse...

traço atravessando troços de estrada. quanto fica trucidado sob o rodado metálico deste rio de esboço [in]discreto?
as artes da luíza e do marcantónio em convergência absoluta. não, não cai a melancolia, por aqui; talvez a nostalgia...
abraços a ambos!