terça-feira, 15 de novembro de 2011

Síncope


(Dona Música - por Luiza Maciel)


Todo ser tem um som
 e exala sua música...



toda música tem seu ser
todo ser dura um instante


que a cada instante 
se inova


em contratempo
o caos alimenta espaços


talvez conceda transmutações
salto quântico!





10 comentários:

Assis Freitas disse...

altissonante: com eco

belíssimo


beijo

Celso Mendes disse...

Pois todo ser e toda música, por efêmeros que sejam, têm sua eternidade na energia que liberam.

Em coro com Assis: belíssimo!

Beijo.

Ana disse...

Que lindo Lú, beijinho!

MIRZE disse...

Belo, Luiza!

De uma cândida beleza esses seus versos musicais!

Beijos

Mirze

Cris de Souza disse...

cantou em alto e bom tom - que beleza!

beijo, luluzinha*

Úrsula Avner disse...

Oi Luiza,

saudades ! Sempre bom te ler e admirar seus belos desenhos... Você recebeu meu e-mail com a poesia que lhe enviei para ilustrar ? Bjs.

dade amorim disse...

Ecoando música por todos os lados, o poema é música.

Beijo beijo.

Adriana Aleixo disse...

Que lindo! Dona Música é majestosa...
Adorei conhecer você, seus versos e seus desenhos. Beijinho!!!

Noslen ed azuos disse...

seus desenhos sempre me toca!

bjs
ns

fouad talal disse...

mantra

mudar o tom
até sair
o Om


beijing!