terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Sobre algum silêncio II

a poesia sussurra 


goteja lembranças


circunscreve em cais


umedece os lábios


dança com pássaros


nas beiradas da pele




.

6 comentários:

Por que você faz poema? disse...

A poesia é a minha margem.

Sílvia Nascimento disse...

oi, Luiza! estava com saudades daqui... é sempre uma visita de encher os olhos!
bj

Kenia Cris disse...

E o objeto da poesia é sempre esse farol que nos traz de volta.

AC disse...

E há toda uma envolvência, todo um sussurro, como se a sensibilidade quisesse ganhasse forma...
Muito bom, Luiza!

beijo :)

carmen silvia presotto disse...

A poesia pousa nos olhos de quem chega aqui e te lê...

Um beijo, carinho e boa semana.

carmen.

Celso Mendes disse...

palavras para se sentir na pele = POESIA.

belo, belo...

beijo, Luiza.