quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Poema para Mirze


ela versa em tom maior
dança pelo mar da poesia
exala sua alquimia

seus olhos cortam
o fundo do mar, do céu
ela revela o profundo
a música do mundo

batem as ondas no verso
o som do pássaro em lua cheia
no sol, na chuva, na chama

ela canta seu universo
sem parar
e peço: continue

poema para Mirze*
wwwmeulampejo.blogspot.com





11 comentários:

Celso Mendes disse...

Ah, que belezura de homenagem, Luiza! Um poema e uma ilustração lindíssimos, dignos da homenageada.

Beijos.

MIRZE disse...

AI LUIZA!

ESTOU CHORANDO! Que lindo! Não mereço tanto, minha amiga querida.

Beijos

Mirze

Samara Bassi disse...

ela
de tão bela
é um azular o dia
feito água marinha
que atravessa mares
e de maré em maré
também é águia de azulejar o céu
na sua calmaria explendorosa
de colorir papel,
nesse verso em verso,
sua translação milenar.

Que linda homenagem, Luiza querida.

Meu beijo,
Sam.

Luiza Maciel Nogueira disse...

Mirze mas é claro que merece muito mais, mas eu tenho minhas limitações.

beijos

dade amorim disse...

Lindo poema, merecidíssimo, sim senhora.

Beijo beijo.

Sônia Brandão disse...

Um belo trabalho para homenagear a nossa querida amiga. Ela merece.

bjs

Assis Freitas disse...

evocação mais que merecida, canto que não pode parar, belo



beijos

Tania regina Contreiras disse...

Ela merece! ela merece! ela merece! E tão belos, poema e arte!
beijos,

Joelma B. disse...

poema e ilustração dignos de Mirze... lindos e tocantes!

beijinho carinho as duas!

Lara Amaral disse...

Nossa, que homenagem mais linda! Se me emocionei, imagina a Mirze!

Beijos nas duas!

MIRZE disse...

Lara, até hoje choro quando leio.

E a minha imagem já está no google.

Obrigada, Luiza.

Beijos Beijos MIL BEIJOS e meu carinho eterno.

Mirze