segunda-feira, 2 de abril de 2012


no início eram os corpos
que dançavam sob o luar
e nada impedia o amor

8 comentários:

Verso Aberto disse...

não há o que vença
o amor
a benquerença

abs Luiza

Noslen ed azuos disse...

uma alegria para os pássaros que temos nos olhos seus escritos e desenhos Luiza!

bjs
ns

Lara Amaral disse...

Tão bonito, menina-pássaro!

Grande beijo, ótima semana para vc!

dade amorim disse...

Lindo lindo, Lu! E sempre os pássaros e os voos...
Beijo grande.

Cristiano Marcell disse...

Sigam em paz no infinito rumo de seus poucos dias, visto que, para quem ama,milênios são segundos!

Belos versos esses seus, minha cara!

Muita paz!

Assis Freitas disse...

gênesis mais que original,


beijo

Sílvia Nascimento disse...

o amor só requer olhares ... complicamos tudo, não é?

lindo!

Jorge Pimenta disse...

depois, chegaram os corvos
que atiraram a sintaxe do amor
para a areia lascada...

beijinho!