quarta-feira, 23 de maio de 2012

enquanto eu dormia no girassol de Van Gogh

enquanto eu dormia no girassol de Van Gogh
sonhava alto pássaros ao pôr do sol
planavam em círculos no girassol que eu dormia
o canto era belo demais,
como as músicas que escutamos somente em sonhos
como as pessoas que só aparecem de repente
tu surgias banhado de sol a musicar meus horizontes
e de repente o girassol no qual dormia eram teus braços
e teus braços se transformavam em pássaros
e eu voava no céu em paisagens de Van Gogh
como uma pequena mosca feliz


4 comentários:

Assis Freitas disse...

esta série van gogh exala e exalta cores,


beijo

byTONHO disse...



BELEZA!

"Alguma sintonia!"

Veja aqui:
http://inter-inventar.blogspot.com.br/

:o)

Adriana Aleixo disse...

Lindeza, querida Lu.

Músicas que só ouvimos no sonho...

Hum! Amei!

Beijo, minha multiartista.

Jorge Pimenta disse...

confirmo ter experienciado tudo isso quando pousei os olhos nos girassóis de van gogh... a seu lado, a melancolia de turner... deixei de saber sonhar... porque todo eu me fiz sonho.

beijo, minha querida luíza!