segunda-feira, 11 de junho de 2012

Sorriso

há um absurdo
no teu riso
que incita pássaros
em revoadas de luz
e acorda o silêncio
cheio de música:
quase como sol

4 comentários:

Cristiano Marcell disse...

Sempre que venho aqui, leio coisas ótimas!

Luiza Maciel Nogueira disse...

conta outra Cristiano, só escrevo abobrinha...e pena que não é de comer, se não pelo menos eu enchia algumas panças (rs)

beijo

Ana disse...

lindo Lú, beijinho

AnaClarissa disse...

O sorriso do poema... a luz do desenho... ambos brilham para o leitor!

Beijinho!