quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Exercícios de sonhar ínfimos I


orquestra de sorrisos
em notas revolvidas de espera
nas cordas dos violões
orquestra que nunca vi
mas anda viva por aí
toca belas músicas de risos
gargalhadas em pautas
acordes em notas de luz
sorri um sol profundo
no ecoar das cordas
os pássaros voam
nunca vi, mas sonhei
e portanto existe!

6 comentários:

Daniela Delias disse...

"Orquestra de sorrisos" é maravilhoso, Lu.

Muitos beijos!

Thuan Carvalho disse...

Que delícia.

Lendo, me veio a imagem de uma manhã ensolarada, com pássaros preenchendo o som e o céu.

Amanhã acordo cedo e planto uma roseira!


[orquestra de inspiração!]

Assis Freitas disse...

tudo que é sonho é real, eu acredito



beijo

Tania regina Contreiras disse...

Teus poemas são ensolarados. Mesmo que haja nuvens, eles iluminam. A arte que se casa com a arte é um farol!
Beijos, Lu1

Fred Caju disse...

O lance é sorrir sem dó.

Vanessa Carvalho disse...

Talentosa tanto no desenho como na escrita.

Flores.