terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

temporal



tanto tempo fez, tanto tempo faz
tanta saudade
ainda tem coração e tem oração
que arde no temporal, vendaval
prometo nunca mais te ver como via
minha alegria, tristeza sem fim
e cair no temporal, vendaval
essa saudade, que falsidade
essa parte que já nem arde
temporal, vendaval
brisa da tarde
tem coração e tem oração
que finda na imensidão
do silêncio sem fim
música, lúdica
sorriu pra mim
temporal, vendaval
brisa da tarde
brisa da noite
sopro do fim



4 comentários:

Assis Freitas disse...

tanta brisa que assovia: perto do sem fim



beijo

D.Everson disse...

profundos: o poema e a ilusrtração =]

LauraAlberto disse...

é sempre tão difícil escolher o que mais se gosta, se o poema se a ilustração

pode ser os dois?

vento que traz é também vento que leva

beijinho

Ira Buscacio disse...

depois de tanto tempo, tanto faz, as brisas são como as ondas, há sempre uma nova por chegar.
Luiza, vc é msm raridade, pq dois talentos numa só alma não é pra qualquer um.
bj grande, menina