domingo, 23 de junho de 2013

Da criança que vem

da criança que vem 
despertar o lado insone
da felicidade de um sorriso
que jorra doçura
do choro que quer carinho
da sede do seio da mãe
das coisas que se revelam
durante uma existência
do que se aprende
do que se ensina
da faculdade de ser mortal
da sorte de ter quem amar
da música de um coração que canta
do lar que se constrói
é preciso respeito, cuidado, amor
que se aprende amando

6 comentários:

AC disse...

O amor cultiva-se, Luiza.
O desenho está um primor!

Beijo :)

Clarice Villac disse...

Muito lindo o poema !

Tania regina Contreiras disse...


Sim, é assim que se aprende! O desenho também encanta...
Beijos, Lu.

Assis Freitas disse...

AMAR SE APRENDE AMANDO

Drummond

O ser busca o outro ser, e ao conhecê-lo
acha a razão de ser, já dividido.
São dois em um: amor, sublime selo
que à vida imprime cor, graça e sentido.


beijo

Verso Aberto disse...


da criança que desperta
amor
do amor
que se aprende amando

muito bom

abração Luiza

Fred Caju disse...

Com um alerta desses dá até vontade de sair aprendendo.