quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Diante de todos os segredos

diante de todos os segredos
a poesia permanece
inclusive no silêncio
e isso é o que nos salva

o movimento da vida
a dança do repente de um futuro
presente em cada pedaço de vida
em cada ínfimo
e é isso que nos salva 
apesar de tudo

o que passa, passou feito pássaro, 
como dizia o poeta
que venha o futuro num repente
num abraço do que há de vir
na entrega do presente

saiba disso
e eu sei que você sabe
mas é importante lembrar
que a vida tem dessas coisas
de nos fazer esquecer de viver


3 comentários:

Assis Freitas disse...

para não esquecer



beijo

Tania regina Contreiras disse...


Luiza, que beleza! Inspirada...muito!

Beijos,

D.Everson POETA DE MARTE disse...

Viver é um afronta ao coração