quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Frágil pétala

Frágil pétala 
Dança sob o céu 
nos braços da esperança ela dança 
Sob nuvens, sob o amor
Sob pássaros, sob o beija flor
Beija, abraça, encontra a sua luz
e morre sob o horizonte, sob o monte
do infinito

perdida na esperança 
ela dança nos braços do ar
e ama o tempo que passa
o desejo que rasga
a saudade de voar
sob teu sorriso
sob teu piso
sob teu amor

Nenhum comentário: