sexta-feira, 1 de abril de 2016

As Bailarinas



Quando sou feliz sinto as bailarinas dançarem pelo coração. Toda densidade transforma-se em leveza, toda crítica em liberdade e no final elas e eu inventamos os passos da dança em sincronia com cada sentimento, amor, luz, emoção. As bailarinas renovam, inovam, curam e cicatrizam toda ferida aberta. Enquanto sou feliz acredito nos amores, nos sonhos, nos sorrisos, em despertares da alma, em instantes luzidios e na dança de cada momento. Enquanto sou feliz as bailarinas dançam suavemente pelo coração.


 (2010)

5 comentários:

Assis Freitas disse...

o enquanto é um tempo de eternidade,

abraço

Luiza M. Nogueira disse...

Assis: então devo estar no lucro :)

um abraço

Mai disse...

Enquanto dançarem as bailarinas, que sejas em tudo: - feliz.

abraços,

te encontrei no mil e um poemas.

A Magia da Noite disse...

uma dança apaixonada, um bailado intenso dentro do leve coração que desliza como uma bailarina.

Luiza M. Nogueira disse...

Mai: felicidades a ti também.

A Magia da Noite: continuidade cíclica da vida.