Música!

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Carta aos meus amigos de jornada

Diz-se da fábrica de criar Arte que ela não se faz sozinha e é composta de sonhadores com tempo para amar letras, pincéis ou qualquer outro instrumento de fazer arte ao se conectar com rabiscos, notas, paisagens, músicas, frases, parágrafos, narrativas. Algo que só quem não se deixa levar pelo cansaço mundano consegue realizar. Talvez tenha um cansaço diferente, único. Daqueles que só os artistas conseguem ser. Um cansaço e um sonhar ser mais por dentro, mas apenas se declarando em arte somente, criador daquilo que insiste em ser vivo mesmo através de uma pequena imensidão que insiste em girar por dentro até encontrar seu lugar fora de si. Onde a arte encontrará seu espaço para ser. Aquele sonho que um dia era agora jaz na arte que brota daquele que sonhou, esperançou em arte sua liberdade de sonhar. Existem também aqueles que expressam tão somente a essência daquilo que falta ou daquilo que transborda na forma de amor. Estes ganharão um universo na palma de suas mãos, talvez não saberão conduzir pelo cansaço ou daqueles que saberão escutarão desse universo aquilo que precisa ser gerado.

Todos somos artistas na vida buscando nosso espaço para ser e gerar a nossa mais bela obra de arte: o amor. Não aquele amor mesquinho, não aquele amor egoísta, mas aquele amor puro que somente se multiplicará quando entendermos o que é amar.

E amar é gerar amor seja qual for a forma de amor de sua preferência...é tudo um encontro sublime e até quando achamos que estamos terrivelmente em solidão profunda estaremos com certeza terrivelmente acompanhados de amigos tão amados. Somente o perdão nos ensinará o caminho do amor, o rumo para Amar. O perdão que inicia sua jornada em si e se espalhará até a última gota de amor, que se verdadeiro será para sempre infinita. Pois o amor este é elixir em infinitude, mas precisa de ser direcionado, dirigido ao que nos elevará à eterna conexão do Amor. A pegadinha é que cada qual amará segundo a sua evolução, ao seu entendimento, a sua vibração. O atalho é elevar o pensamento, inserir hábitos de elevação (ler, orar, estudar, escutar tudo aquilo que nos elevará). Pois então eis a deixa, deixo que agora se faça a vontade da consciência de cada qual em sua jornada evolutiva.

Da tua sempre amiga
 LM