segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Lá Si Vai

Lá Si vai 
adormecer

Lá Si vai
o Sol se finda 

Lá Si vai
a dor nascer 

Lá Si vai
o amor morrer

Lá Si vai
a arte desaparecer

Lá Si vai
o corte da asa do pássaro

Lá Si Vai
o pássaro cai 

*
 

3 comentários:

Elvira Carvalho disse...

E Lá Si vai a minha opinião. É um poema muito original, com ritmo e uma certa musicalidade.
Gosto do desenho
Um abraço e uma boa semana

Gugu Keller disse...

Lá Si vai. Sem Dó.
GK

Toninho disse...

Gostei da cadencia Luíza numa musicalidade linda.
A poesia não tem limite e o poeta se eleva.
Aplausos amiga.