domingo, 15 de janeiro de 2017

Poema sem nome


minha dor não tem nome
não é saudade, não é ilusão 
não é amor ou paixão
é um sabe-se lá até quando
é um gotejar de esperança 
sem esperançar 
é um desesperar liberto
sem voar
é aquele pedaço no peito
que não se sabe nomear


3 comentários:

Gugu Keller disse...

Nada é mais íntimo do que a dor.
GK

Julia Tigeleiro disse...

Belo, muito belo.Beijinhos.

Luiza Maciel Nogueira disse...

Gugu Keller - adorei esse nome chamativo!

Julia - Grata! Outro beijinho.