quarta-feira, 31 de maio de 2017

Prosinha: hoje não estou

Hoje não estou. Fui navegar nos mares dos sentidos onde os peixes dançam a esperança e a calma cerca toda a água para proteger os peixes de pularem em abismos. Lá encontrei uma pequena flor que murchava sem água, lamentando tanta coisa que transbordava de inquietude. Era preciso fazer algo então reguei ela delicadamente. Coloquei ela em minhas mãos e disse "florzinha você é linda assim desse jeito mesmo seu". Para minha surpresa a florzinha respondeu com seu brilho de flor com vontade de derreter nas minhas mãos. Suas pétalas caíram, mas lá estava ela viva dentro do meu coração.  

 

Nenhum comentário: