terça-feira, 11 de julho de 2017

A poesia canta pela rua

Em resposta ao desafio temático proposto por Tânia Contreiras, cujo tema é "nas ruas do meu bairro". Primeiro desafio poético do cotidiano! 

a poesia canta pelas ruas
a sorrir passa o meu menino
ele me diz do segredo do passo
"é preciso escutar a música
deixar ela te envolver para seguir"
a dança percorre os dias
ele gargalha pelo asfalto
me oferece a música do seu riso
os pássaro revoam nosso caminhar
passo após passo
mais uma vez o menino passa
dessa vez ele me diz com seriedade
que precisamos de soluções urgentes
para a natureza não nos escorrer
"Preserve!" ele diz
"Preserve antes que se devastem
todas as florestas. Antes que o homem
destrua seu planeta, a si e a tudo."
E essa palavra ecoa por todo e sempre.
"Preserve!"


 

Um comentário:

Jaime Portela disse...

Gostei muito da forma como respondeu poeticamente ao desafio. Não apenas pela forma, mas também, e principalmente, pelo conteúdo da mensagem.
Parabéns, a querida amiga Luiza tem talento.
Um bom fim de semana.
Beijo.