Música!

...

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Poema para gritar em alto e bom som



para que sorrir se o sorriso não nos vem? 
para que existir se a nossa existência não convém? 
para que chorar se nem as nossas lágrimas 
não expressam a verdade, a ponte, o amor? 
para que gritar se nosso grito de amor 
se confunde com desamor? 
para que? 

e o silêncio às vezes afoga um bem querer...
por isso te digo meu bem:

- GRITE!


...


*

9 comentários:

Graça Pires disse...

Gritar. Há gritos demasiado ruidosos. Há gritos que são silêncios no mais íntimo de nós. Há gritos que são as palavras certas do poema... Gostei deste.
Um bom fim de semana.
Um beijo.

Emília Pinto disse...

Há alturas em que nos sentimos cansados de esperar mudanças nas nossas vidas e nas dos outros e deixamos de gritar; paremos conformados e não agimos. Mas... haverá dias melhor e aí a nossa esperança votará e os gritos também. Beijinhos, amiga e um bom fim de semana. Gostei muito do poema!
Emilia

Ivone disse...

Lindo poema, quantas indagações da vida, mas nem sempre se tem respostas, silêncio nem sempre é bom, então como dizes "GRITE", às vezes é preciso!
Amei ler!
Abraços apertados!

Lilazdavioleta disse...

Quando o descrito neste belo poema me acontece , é exactamente o silêncio que me ocorre , não o grito .
O grito transporta pedaços de alma e nem todos " merecem " essa oferta .


Um abraço , Luiza ,
Maria

Lilazdavioleta disse...

Gosto muito do desenho !

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Olá boa noite!
Desculpe só agora vir com o convite do Poetizando e Encantado.
Hoje foi a formatura do ABC de uma das minhas netinhas , por este motivo estou aqui para lhe convidar e dizer que já postei a 13ª edição e com uma imagem muito sugestiva. Será um prazer ter mais uma vez sua maravilhosa participação. Obrigada, pois seu poetiza e as lindas postagens só engrandecem a brincadeira.
Abraços, tenha uma linda noite!

Pedro Coimbra disse...

Às vezes necessitamos de soltar esse grito para podermos respirar melhor.
Boa semana

Beijaflor disse...

Quantas vezes a alma grita
Mas ninguém a quer ouvir
A não ser através da escrita
Onde se poderá, redimir!

Abraço

Poeta Júnio Liberato disse...

Lindo. Lindo. Maravilhoso. Aplausos 1000. Você é demais